X
DECADÊNCIA

Vice-prefeito de Guaratinga é derrotado no TSE, fica inelegível e pode perder mandato


Postada em 14/11/2017 16:21:59 - Atualizada em 14/11/2017 23:48:13

Em processo nº 40-81.2013.6.05.0000, recurso especial eleitoral, que teve como relator o ministro Herman Benjamin, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por unanimidade, negou provimento ao recurso interposto pelo atual vice-prefeito de Guaratinga, Ezequiel de Souza Xavier.

 

Com a decisão proferida e publicada no último dia 10/11 pelo TSE, em última instância, Ezequiel se tornou inelegível por 8 anos.

 

Desgaste

Em Guaratinga, município dos mais politizados, os comentários são de que não sabendo conviver pacificamente, com tantas tentativas frustradas de desestabilizar prefeitos, andando na sombra do poder, a decisão do TSE é uma pá de cal para Ezequiel, que estaria com seu ciclo político finalizado, e ainda correndo o risco de perder o mandato atual.

 

Perda de lideranças

Em matéria publicada no CliC 101 (ver aqui), durante café da manhã na residência do empresário Ademar Pinto em Guaratinga, no dia 11/10, ex-vereadores, ex-candidatos que foram bem representados nas últimas eleições, lideranças dos povoados e zona rural do município de Guaratinga, que estavam filiados no partido do vice-prefeito, o qual sofreu aí mais um grande abalo na sua combalida estrutura, pediram desfiliação do seu partido e se engajaram no grupo do líder político Ademar e da prefeita Christine Pinto.

 

O Processo

O processo em que foi condenado o vice-prefeito no TSE, em última instância, não havendo mais como recorrer, como fez até então, depois de ter sofrido derrotas sucessivas nas instâncias local e estadual, se refere a condenação por transporte ilegal de eleitores de Belo Horizonte em ônibus fretado durante a eleição de 2012.

 

Por: CliC101 | Idalício Viana

 

contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2016 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral